Implante Coclear em Recife

Implante Coclear

A Ouvir Mais é representante exclusiva da Sonova distribuidora da fabricante internacional de dispositivos de implante coclear MED-EL.

A MED-EL é uma empresa Austríaca, com forte tradição em avanços científicos e tecnológicos na área de implantes auditivos. Seus produtos são o resultado de 30 anos de pesquisa. Atualmente é líder mundial em dispositivos médicos inovadores para o tratamento dos diferentes tipos e graus de perda auditiva e com tradição e expertise em avanços científicos e tecnológicos na área de implantes auditivos.

A Ouvir Mais oferece o serviço de Implante Coclear com o máximo de segurança, atuação de profissionais capacitados e a exclusividade dos dispositivos da MED-EL, considerados os mais confiáveis do mundo.

Confira a seguir as perguntas mais frequentes sobre Implante Coclear. Agende conosco um atendimento e saiba mais.

PERGUNTAS FREQUENTES – IMPLANTE COCLEAR

1.O que é implante coclear?

O sistema de implante coclear é conhecido como um dispositivo semi-implantável, visto que é composto por duas partes, sendo uma implantada cirurgicamente (implante coclear em si) e outra um dispositivo externo, composto de peças como o processador de áudio, antena, cabo da bobina, compartimento de bateria, bateria e controle remoto.

O funcionamento de um sistema de implante coclear ocorre da seguinte maneira: o som é captado pelo microfone e codificado pelo processador de áudio do dispositivo externo, este sinal é convertido e enviado da antena externa para a antena interna do implante coclear, por rádio frequência, e assim os sinais elétricos atingem os eletrodos posicionados dentro da cóclea, estimulando o nervo auditivo do usuário.

O sistema de implante coclear da marca MED-EL funciona apenas com o processador de áudio da mesma marca, dessa forma, os usuários de implantes MED-EL, mesmo implantados há mais tempo são compatíveis apenas com os processadores de áudio e peças MED-EL.

2. Qual a diferença entre aparelho auditivo e implante coclear?

O implante coclear é completamente diferente de um aparelho auditivo. Enquanto os aparelhos auditivos amplificam os sons em um nível sonoro para pessoas com deficiência auditiva, implantes cocleares ignoram porções danificadas do ouvido, estimulando diretamente o nervo auditivo.

Para os adultos com perda auditiva de grau severa a profunda, o implante coclear pode ajudar a recuperar a sensação de que eles podem se comunicar e participar do mundo dos ouvintes.

Os implantes cocleares podem ajudar crianças que nasceram sem o sentido da audição, a crescerem e serem ativas no mundo sonoro. Além disso, ao contrário de aparelhos auditivos, aprender a usar o implante coclear é um processo que requer (re)habilitação.

A indicação para uso de aparelho auditivo convencional ou de implante coclear deve ser feita por um médico otorrinolaringologista mediante a realização de avaliação audiológica completa.

3. Quem pode fazer um implante coclear?

O implante coclear é indicado para pessoas com perda auditiva neurossensorial de grau severo a profundo bilateral que não se beneficiam com aparelhos auditivos convencionais.
O candidato ao implante coclear é avaliado por uma equipe composta por médico otorrinolaringologista, fonoaudiólogo e psicólogo.

O fonoaudiólogo fará avaliação audiológica de acordo com a idade, com a linguagem utilizada pelo paciente e com testes de percepção de fala e habilidades auditivas para determinar se o paciente é candidato ao implante coclear.

O médico otorrinolaringologista irá avaliar a etiologia da perda auditiva, as condições de saúde para a cirurgia, a anatomia para inserção do eletrodo e a indicação do implante coclear.

O psicólogo irá avaliar se as expectativas do usuário estão dentro do esperado para a cirurgia e o tratamento após o implante coclear.

O uso do implante coclear é um tratamento e além da cirurgia o usuário fará mapeamentos frequentes e reabilitação auditiva semanal com fonoaudiólogo especializado.

4. Como é a cirurgia de Implante coclear e as etapas do pós-cirúrgico?

O tamanho reduzido do implante coclear da MED-EL permite que a cirurgia seja minimamente invasiva. Os riscos de uma cirurgia de implante coclear são comparáveis a maioria das cirurgias no ouvido. Uma cirurgia de implante pode durar de 1-3 horas ou mais. Pacientes geralmente acordam no dia seguinte.

O tempo de permanência no hospital pode variar de um a vários dias, dependendo da rotina do local. Pacientes devem consultar um médico otorrinolaringologista para maiores informações sobre a cirurgia.

Um mês após a cirurgia é realizada a ativação do componente externo (processador de áudio) pelo fonoaudiólogo e são programados os mapeamentos periódicos para ajuste do processador de áudio.


5. Quais são os componentes implantados? Quais os diferenciais tecnológicos mais importantes entre os tipos disponíveis no mercado?

O componente interno da MED-EL mais atual disponível no mercado é o Synchrony, que possui a tecnologia para realização segura do exame de ressonância magnética de até 3.0 tesla sem a remoção do ímã, garantindo um futuro auditivo seguro para o usuário.

O processador de áudio Sonnet permite a escuta de forma natural em todos os ambientes através de sua tecnologia de processamento do sinal de fala, direcionalidade de microfone, conectividade wireless de 2.4GHz e resistência à umidade IP54.

Além do Sonnet é possível fazer uso do processador de áudio Rondo, o primeiro processador livre de cabos garantindo conforto e discrição para os usuários de implante coclear.

6. O implante coclear é feito em uma ou nas duas orelhas?

Sabe-se que a audição bilateral favorece algumas habilidades auditivas como localização sonora e habilidade de escuta no ruído.

O implante coclear pode ser feito em uma ou nas duas orelhas depende da indicação médica e fonoaudiológica. Entre em contato com os profissionais que acompanham seu caso para saber se é possível fazer o uso de implante coclear bilateral.

7. Posso ter um aparelho auditivo numa orelha e um implante coclear na outra?

É possível fazer o uso de implante coclear em uma orelha e aparelho auditivo convencional na outra orelha, isso chama-se adaptação bimodal. É importante discutir o seu caso com a equipe médica e fonoaudiológica que faz seu acompanhamento


8. Qual a melhora auditiva que um implante coclear pode proporcionar? É possível voltar a ouvir normal?

O sistema de implante coclear não visa substituir a audição normal, porém é a melhor tecnologia atual para reabilitar esse sentido. Com o uso adequado, mapeamentos periódicos e frequência na reabilitação auditiva é possível ter resultados satisfatórios com o uso do implante coclear. Cada caso possui um prognóstico e deve ser discutido com a equipe médica e fonoaudiológica que faz o acompanhamento do paciente.

9. Quem fez um implante coclear pode tomar banho de piscina e praticar mergulho? Há alguma limitação esportiva?

Para atividades aquáticas o usuário de implante coclear deve utilizar a capa à prova d’água Water Wear correspondente ao seu processador de áudio.

10. Os componentes implantados necessitam de manutenção ou troca periódica? Com isso é feito?

Os usuários de implante coclear devem seguir todas as orientações sobre cuidado e manuseio do processador de áudio e do componente interno constantes no manual do usuário para um bom funcionamento do sistema de implante coclear.

11. O implantado precisa realizar algum tipo de acompanhamento periódico e ter algum cuidado especial diariamente?

30 dias após a cirurgia de implante coclear o paciente irá realizar a ativação do dispositivo externo (processador de áudio) com o fonoaudiólogo e fará mapeamentos periódicos conforme agendamento mensal, trimestral, semestral ou anual. Além dos mapeamentos o usuário de implante coclear deverá realizar terapia fonoaudiólogica de reabilitação auditiva semanalmente.

O processador de áudio é um equipamento eletrônico e o usuário deverá ter cuidados com o seu uso seguindo todas as orientações constantes no manual do usuário.

12. Quais exames devo realizar para saber se o implante coclear é a melhor indicação?

A avaliação pré-implante coclear é realizada por um médico otorrinolaringologista e um fonoaudiólogo especializado em Audiologia. Os exames realizados são os exames que compõem a avaliação audiológica completa e exames de imagem e médicos para indicar a possibilidade de realizar o implante.